• BUSQUE A ONDA PERFEITA!

  • QUE TAL UM ENCONTRO HOJE?

  • DESCUBRA OS SEGREDOS DE PERDIDOS DE SAUDADE!

As histórias que são postadas aqui são de ficção, porém apenas pra degustação para que os leitores possam conhecer os personagens e a trama envolvida. Caso o autor tenha interesse em compartilhar um conteúdo na íntegra, o site lhe informará automaticamente, portanto não deixe de ativar nossas notificações pra ficar por dentro de cada novidade.
Em relação aos posts, qualquer semelhança com nomes, pessoas ou acontecimentos reais terá sido mera coincidência.
E importante: As compras nos links externos de vendas da Amazon e Clube de Autores são seguras e nenhuma informação é divulgada pelo site, como nome de cliente, data de pagamento, valor pago, forma de pagamento usada, enfim... Basta clicar no link que direciona para o site de vendas e fazer a compra, sem se preocupar com nada!

Leandro Elesbão

sexta-feira, 3 de maio de 2019


Sheyla percebe a surpresa de Kathleen ao ver o rapaz desconhecido e acredita que ela o conhece.
- Moça, está tudo bem? -Ele pergunta.
- Não me reconhece, Wellington? -Pergunta ela, feliz.
Ele observa atentamente o perfil da jovem e custa acreditar no que vê.
- Kathleen? -Ele arrisca.
- Que bom que você não esqueceu de mim! -Ela diz surpresa.
- Nossa! Quanto tempo!
- Eu é que digo. Como você está?
- Bem e você.
- Também estou bem. Essa é minha amiga Sheyla.-Ela apresenta. - E esse é o meu filho Vinícius.
- Prazer em conhecer, Sheyla! -Ele a cumprimenta. - Eu não sabia que você tinha um filho.
- Pois é, a vida deu uma guinada nos últimos tempos.

Encontro

- Bem, a gente se vê por aí, então. -Ele se despede.
- Claro! -Ela responde gentil.
Wellington se despede de Vinícius e entra no carro e Sheyla diz:
- Incrível essa coincidência!
- A culpa é sua! -Brinca ela.
- Nossa! Tô perplexa. -Diz Sheyla.

Enquanto isso em Curitiba, no estado de Paraná, Estela passeia com Cecília no shopping e o assunto do dia é sempre Wellington.
- O que ele foi fazer lá em Minas? -Pergunta Cecília.
- Ele foi conhecer tal projeto do amigo dele. É a construção daquele edifício que ele andou fazendo a planta.
- E ele vai voltar quando? -Pergunta a jovem de cabelos morenos até o pescoço e olhos castanhos.
- Depois de amanhã. -Ela responde.
- Então, por que está tão preocupada? Meu irmão não vai te trocar por outra.
- Eu confesso que temo muito com isso, Cecília. -Diz a mulher de cabelos compridos loiros escuros e olhos verdes.
- Bobagem, Estela! Wellington só tem olhos pra você.
- Bom, eu espero que você tenha razão, menina! -Diz a jovem, sensata. - Eu não gosto de ser passada pra trás. Não mesmo!
Cecília sorri com as palavras da jovem.

Amigas

Do outro lado da trama, temos Arthur, um estudante que sofre de Autismo. Nair e Teófilo são os seus pais. Arthur tem uma irmã que não faz parte do seu sangue. Rubi é seu nome. Ela era uma jovem mimada que adora se divertir em baladas e funk, além, é claro de se intrometer nas maiores confusões. Diferente do seu irmão, que tem um sonho de ir pra olimpíadas por causa do seu esporte preferido: natação. O estudante adora mergulho e altas ondas. O problema é que o Autismo mudou totalmente a sua vida desde a infância. Também temos Simone, uma cabeleireira boa de briga que não tolera as atitudes de Rubi. Ela tem uma filha chamada Débora, que cursa o ensino médio. E nossa história não termina aqui! Também temos Ariosvaldo, um jovem estudante que deseja ser técnico de informática e que nutre um grande amor por Cecília, que o vê como um simples amigo. Por causa desse amor não correspondido, Daisy é a única pessoa que lhe dá a maior força pra desistir da jovem, pois acredita que o melhor amigo tem chances de conhecer novas amizades e então enxergar ela. No oriente extremo, temos o japonês Takiro, um oficial linha dura que faz de tudo pra ver seu filho Hiroshi casado e com uma boa estabilidade financeira. Hiroshi é um rapaz aventureiro que cursa turismo e sonha alto. Ele é um jovem culto e fala diversos idiomas.
Que tal conhecê-los agora?

Na escola em Curitiba, Ariosvaldo e Daisy ouvem o sinal bater e saem da sala de aula carregando os materiais escolares.
- Amanhã, eu vou à sua casa pra poder terminar o trabalho de biologia. -Diz ela.
- Claro. Eu estarei esperando.
- Oh, não! É a Cecília e a amiga dela. -Ela resmunga.
Ariosvaldo sorri feliz com o encontro de sua amada.
- Ariosvaldo, eu não sei por que está feliz se ela não te dá a mínima. -Diz Daisy, indignada.
- Daisy, eu não posso virar a cara pra ela depois que recebi uma negativa.
- Eu sei que não, Ariosvaldo, mas você devia esquecê-la.
- Eu não posso. Ainda gosto dela e não consigo tirá-la daqui de dentro. -Ele justifica, batendo no peito.- Eu quero ela!
- Desencana, amigo! Essa garota não te quer.
- Eu acredito numa segunda chance.
- Acorda! Cecília já te deu prova suficiente de que você deve partir pra outra. Você leu aquela carta, não leu? Pois é, aquilo que ela escreveu prova o contrário do que você pensa.
- Daisy, ela pode ter me dito que não queria nada comigo, mas um dia, a minha sorte pode mudar. Eu vou falar com ela.

Amigos

Daisy tenta interferir, mas não consegue.
- Ele nunca me ouve. -Diz ela, pensativa.
Ariosvaldo segue na direção de Cecília e puxa uma conversa.
- Oi. Tudo bem?
Uma das amigas de Cecília decide sair.
- Cecília, eu vou indo. Depois a gente conversa, ok?
- Tudo bem! -Ela diz e depois, cumprimenta o rapaz. - Oi!
- Eu queria te falar um assunto importante. Você tem companhia pra sábado à noite?
- Sim. Eu tenho. Eu vou com um amigo. -Ela responde.
- Ah, claro. -Ele se desanima.
- Deixa pra próxima, tá legal! Tchau! - Ela sai, levando as suas coisas.
Daisy observa o amigo e se cala.
- Tá legal! Você tem toda a razão! -Ele responde a Daisy, que a encara séria. - Mas eu não vou desistir.
- Ok amigo! Então vamos pra casa agora?
Ariosvaldo coloca a mochila nas costas e a acompanha.

Nesse instante, Teófilo e Nair assistem a TV, quando Arthur chega da aula.
- Como foi, filho, a sua aula? -Ela pergunta curiosa.
- Foi legal, mãe! -Ele responde. -Eu vou pro quarto.
- Nair, eu estou sentindo falta da Rubi nessa casa. -Diz Teófilo á Nair que muda de expressão. -Onde será que ela está?
- Ela deve ter saído com as amigas dela.
- Você nem fica preocupada, né?
- Teófilo, eu não quero discutir esse assunto agora.

 E a espevitada Rubi não pára de aprontar por aí.
- Você é doida! -Diz uma das amigas dela. -Não pode entrar aí! E se tiver alarmes?
- Eu não estou nem aí. -Responde a jovem, quebrando o cadeado da garagem de uma casa vizinha. -Quando o alarme disparar, já estaremos longe.
- Você é doida mesmo! -Diz a amiga.
De repente, Simone cruza a esquina e uma delas a vê.
- Rubi, olhe e veja quem está ali! -Ela aponta.
Rubi observa Simone acendendo um cigarro no meio da calçada e fica irada.
- O que ela faz justamente nessa hora por aqui?
- Eu que sei, Rubi. Acho melhor nós irmos embora antes que ela dê com a língua nos dentes.
- Que droga! -Diz Rubi, fugindo depressa dali sem Simone perceber.

Em Tókio - Japão, Takiro e seu filho tomam um chá logo pela manhã.
- Pai, eu vou para o Brasil! -Diz Hiroshi, determinado.
- Por que escolheu justamente o Brasil pra fazer a sua pesquisa?
- Pai, são apenas alguns meses. Quero conhecer os lugares por lá. Tenho uma grande curiosidade em saber o que os brasileiros gostam de fazer e o que não gostam.
- Você tem a internet, filho, que faz tudo de graça.
- É diferente, meu pai! Por favor, não me impeça isso!
- Tudo bem! Você é que decide. Quer conhecer o Brasil? Conheça! Vá em frente! -Diz Takiro já aborrecido.
- Eu prometo que não vou demorar a voltar, meu pai. -Ele sai, deixando Takiro pensativo.
Observador

- E quanto á sua futura noiva Yuko? Ela não merece que você a deixe por uma aventura turística. -Ele grita antes que o rapaz se afastasse de vez.
Neste momento, ele volta pra casa e responde:
- Eu vou conversar com ela ok! Ela vai entender.
- Você e suas aventuras. -Diz Takiro, severamente.

Voltando ao nosso país, Kathleen observa as fotografias de quando era criança e de quando conhecera Wellington. Em sua mente, uma vaga lembrança......
“- Posso me sentar aqui? -Perguntara Wellington, usando aquele uniforme de colégio com uma merendeira nas mãos.
- Claro. -Ela ficara encantada logo no primeiro encontro.
- Você aceita uma maçã? -Ele oferece gentilmente.
A partir dali ela ficara interessada no novo amigo de escola e achava que um dia, os dois podiam seguir caminhos iguais. Ela se apaixonara por ele logo no primeiro instante. A realidade volta....”
- Por que você reapareceu? -Ela pergunta, pensativa em seu quarto, com uma das mãos na foto do rapaz.


 Wellington dialoga com o amigo Francisco, que lhe serve um copo de cerveja.
- Quais são as novidades que fez sua expressão mudar de repente? -Ele pergunta.
- Hoje reencontrei uma amiga de infância.
- Qual delas? -Ele brinca.
- Kathleen. -Ele responde.
- Não acredito! A sua amiguinha de escola que não tirava os olhos de você? Cara, que sorte!
- Sorte? Francisco, eu e a Kathleen nos conhecemos na escola e nada rolou entre a gente depois. Meus pais foram obrigados a se mudar por negócios financeiros e nós dois tivemos que nos afastar.
- Eu sei dessa história. Por isso que eu digo que você tem sorte. Quem sabe esse reencontro não valha a pena!
- Acho que não, amigo. Kathleen deve estar casada agora, pois eu tive o prazer de conhecer o seu filho.
- Você viu aliança no dedo dela pra achar que ela é casada? Amigo, você nem reparou nisso!
- Tem razão! Não reparei. Mas isso não significa que ela pode estar comprometida. Afinal, nossas vidas mudaram.
- Suas vidas podem ter mudado, mas você não tem certeza de nada, Wellington. Tente conhecê-la um pouco mais. Quem sabe, sua dúvida não seja esclarecida.
- Vou pensar no seu caso, Francisco. Você também não pode esquecer um pequeno detalhe: Estela!
- E por falar nela, como será que ela está reagindo sem você por perto? Afinal, ela tem um ciúme bravo por você!
- Eu não sei, Francisco, mas ela tem que reconhecer que ela não é minha dona. Estamos apenas namorando.
- Cara, você precisa decidir logo a sua vida sentimental. Estela não vai te perdoar se você a deixar na mão não.
- Sabe qual é o problema da Estela? Ela quer casar e eu não estou pronto. Você me entende, né?
- Claro. O sonho de todas as mulheres é o casamento. Pelo menos, eu conheço algumas que pensam desse jeito.
- Pois é! O que eu faço, hein? -Pergunta ele, sério.
- Bem, tome a sua cerveja e pense bem antes de tomar qualquer atitude. -Diz Francisco, saindo.
Wellington observa o copo de cerveja em sua frente e murmura:
- Será que Kathleen está sozinha mesmo?

Pensando

Próximo Capítulo: 06/05 (20hs)
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

TAGS

4 Non-Blondes 50 Cent A Dona do Pedaço A Dor desse Amor A Força do Querer A Little Respect A-ha Abalou Abraço Abuso Sexual Ação Acidente Agonia Águas de Março Alceu Valença Alegria Alguém Always Amanhã não se Sabe Amizade Amor Andanças Anjo Anjos Antarctica Antônio Ramos Rosa Anunciação Aplicativo Aquela Nuvem Atenção Ausência Avenida Brasil Ayrton Senna Baby Balada Banda Beijo Banda Eva Beijo Beijo Roubado Bella Berimbau Metalizado Berlin Beth Carvalho Biquíni Cavadão Bleeding Love Bob Marley Bon Jovi Cachimbo da Paz Cafuné Calor Candy Shop Canto Carinho Carnaval Cássia Eller Castles in the Air Certeza Charlie Brown Chega Cheiro Cheiro de Amor Chikungunya Ciara Circunstância Ciúme Claudia Leitte Coincidência Coisas Come Undone Comédia Companheirismo Completamente Apaixonados Confiança Controle Convicção Convivência Familiar Coração Cores Crazy Crepúsculo Culpa Daniela Mercury De Ladinho Decepção Demi Lovato Dengue Deniece Williams Desafio Desaparecimento Desapontamento Descaso Descoberta Desejo Desespero Desisto Destino Devagar Devagarinho Dezembro Dificuldade Dire Straits Discussão Disney Distância Distante Divulgação Don Mclean Drama Duran Duran Ebook Edward Eline Porto Elis Regina Encontro Engenheiros do Hawaii Entretenimento Envolvimento Erasure Erótico Especial Espera Esquecimento Estrelas Everybody Get Up Ex Êxtase Faith Família Febre Amarela Felicidade Filho Filmes Fim de Ano Five Flashback Folia Força Fragilidade Frases Freedom Frio Futuro Gabriel Diniz Gabriel Pensador Game of Love Gameshow Garoto de Programa Gay George Michael Gilliard Giniel Give It Up Glória Perez Gravidez Gshow Guns N'Roses Haddaway Holly Vallance Homenagem Hot Hunting High and Low I Want You Back Ideia Imprevisível Demais In This Country Independência Iniciativa Inspiração Investigação Irene Cara Ivete Sangalo Iza Jenilo João Emanuel Carneiro Jogo Jonas Brothers Julio Iglesias Justin Bieber Katwel KC and the Sunshine Band Kid Abelha Kiss Kiss KLB Lado Lágrimas e Chuva Lambada Lembranças Leona Lewis Lets Hear it for the boy Liberdade Lithium Livin La Vida Loca Livin on a Prayer Livro Love Love is all Around LS Jack Luan Santana Luz Mãe Mágica Malandragem Mano Walter Marcelo Augusto Maresia Marquinhos Moura Martinho da Vila Maru Marvin Gaye Matsu MC Kekel MC Kevinho Me Espera Medida Medo Mel Michele Branch Miley Cyrus Miúcha Momento Momentos Money for Nothing Mundo Música My Love N'Sync Na Base do beijo Namorados Não Deixo Não Natal Natalie Imblugia Natasha Bedingfield Natural Negra Li Netflix Never Ever. Young Jezzy Never Gonna Give You Up Nirvana Noite Novela O Bebê O Canto da Cidade Objetivo Olhares Olhos Ondas One Love Oportunidade Ovelha Pai Paixão palavras Palpite Passado Paternidade Patrick Swayze Paz Paz Carnaval Futebol Pela Luz dos Olhos Teus Pensamento Pepê e Neném Perae Período Pesadão Pessoas Pintura Íntima Piscininha Poesia Pop Praia Prazer Preconceito Príncipe Prisão Probabilidade Professor Prostituição Masculina Querer Quize Rebelde sem Causa Rede Globo Rede Social Reflexão Relacionamento Virtual Revolta Ricky Martin Rivalidade Robin Zander Romance Roubo Sabiá Sahi Sangue Saudade Saúde Pública Scorpions Se Quiser Segredo Sem Você Não Viverei Senna Sentimentos Seriado Série Sertanejo Sexual Healing Shes Like The Wind Sinto Skate Smells Like Teen Spirit Só por uma Noite Sofrência Sol Solidão Sonho sonhos Sorriso Sozinho Sucesso Surfboard Surfe Surfista Solitário Suspense Sweet Child O'Mine Take My Breath Away Tânia Mara Tempo Término Terra Texto The 100 Thiago Martins This is Promise You Tom Jobim Torn Traição Trailer Tribalistas Tristeza Tudo Ultraje a Rigor Um dia a gente se encontra Unwritten Vai Sacudir Vai Abalar Vanessa Rangel Velha Infância Vento Ventania Verdade Vida Vingança Você Você vai Estar na Minha Vou Festejar Voz Walcyr Carrasco Walk of Life websérie Wet Wet Wet Whadi Gama What a Feeling What is Love Wind of Change You are the One Youtube Zika

DIRETO DO CANAL

TRILHA POP

AMAZON PRIME

TEM NOVIDADE CHEGANDO POR AÍ!!AGUARDE