• PROBABILIDADES - HÁ SEMPRE 1 CHANCE DE SER FELIZ

  • GRANDES FILMES E SUAS FRASES MARCANTES

  • ENCONTROS CASUAIS ESTÁ DE VOLTA!

quarta-feira, 10 de abril de 2019


No dia seguinte, Christine organiza a cozinha quando se lembra da discussão com Matt sobre a sua infidelidade e a cena do recente desentendimento ainda martela em sua mente. “(...)você sempre foi superior e indiferente em tudo. Quando estou ao seu lado, eu não consigo respirar direito. São tantas cobranças. É tanto isso e aquilo. Eu estou ficando louco! - As palavras de Matt ecoavam em sua cabeça. - Eu traí você sim, mas não foi intencional!”
Christine se sente confusa e acaba cortando a mão com uma faca, causando um ferimento pequeno.
- Droga! - Ela se aflige por dentro. - Se Matt pensa que eu vou ficar parada sem tomar uma atitude, ele está muito enganado.
Ela decide telefonar pra Sr. Smith, que a atende gentilmente.
- Eu preciso falar com o senhor. É importante! Podemos nos encontrar?
- Claro, Christine! Eu vou estar na delegacia daqui a uma hora. Podemos nos falar por lá. - Diz Sr. Smith.
- Ótima ideia! Me espere que eu te encontro. - Ela desliga, com lágrimas no rosto e cheia de raiva.


Pensativa

Ao chegar na delegacia, Sr. Smith recebe a visita de Christine que o cumprimenta.
- É um prazer vê-la, Christine! Posso ajudá-la?
- Sr. Smith, o senhor já deve imaginar os motivos que me trouxeram até o seu escritório né?
- Bom, eu imagino sim. É sobre o Matt né?
- Sim. O senhor está informado que eu descobri a traição dele?
Sr. Smith muda sua expressão de repente e Christine percebe.
- Quem é ela, Sr. Smith? Provavelmente, o senhor a conhece!
- Christine, eu juro a você que eu não a conheço.
- Mas então você sabe que ele tem outra?
- Sim. Perfeitamente. Matt havia me contado que conheceu uma mulher e que ela está deixando-lhe completamente confuso.
- Eu quero saber de tudo, Sr. Smith! Eu quero conhecer essa mulher.
- Christine, o Matt nunca me apresentou a ela. Eu só a conheço por nome.
- E qual seria o nome dela? - Ela o questiona, curiosa.
De repente, entra um funcionário da delegacia e o chama.
- Senhor, acabou de chegar os documentos que o senhor pediu!
- Ótimo! Obrigado por trazê-los! - Diz Smith agradecendo.
- Então, Sr. Smith! Diga-me o nome dessa safada.
- Christine, vamos fazer uma coisa! Por que você não tenta descobrir sozinha?
- Sr. Smith, o que está dizendo? Eu achava que você era meu amigo.
- Eu sou o seu amigo Christine, mas Matt trabalha pra mim. Eu não posso me envolver em assuntos familiares.
- Eu já entendi tudo. Mas tudo bem! É como o senhor mesmo disse: eu mesma vou descobrir sozinha sem a ajuda de ninguém. Com licença! - Diz Christine, saindo porta afora irritada e deixando o delegado péssimo.
- Ah e muito obrigado pela sua ajuda! O senhor é um verdadeiro anjo de candura!
Sr. Smith fica sob a mira dos funcionários.

Suzi volta a mexer no tal pacote que havia chegado semanas atrás e com um marcador, ela risca alguns nomes listados.
- Vejamos quem será o próximo da lista!- Ela se serve de café quente e toma alguns goles antes de continuar.
- Eu acho que eu já sei quem é a próxima vítima. Está na hora de fazer uma visita!
Neste momento, Matt decide pensar nos fatos ocorridos quando Justine o telefona.
- Oi, Matt! Você queria falar comigo?
- Sim. Justine, o Sr. Smith lhe fez uma proposta?
- Sim. Ele fez, Matt! Mas eu não entendi direito o que devo fazer.
- É fácil, Justine! Você fará uma festa em sua casa e convidará a todos. Não hesite em chamar Feliciano para o evento.
- Matt, o que pretende fazer?
- Você não quer ajudar a polícia a pegar o criminoso que anda fazendo vítimas a cada segundo?
- Eu quero muito Matt, mas tenho medo de que algo possa acontecer.
- Não se preocupe! Você será vigiada pela polícia e qualquer ato suspeito, entraremos em cena.
- Bom, se é assim que façamos o plano, então!
- Obrigado, Justine por colaborar conosco!
Justine desliga e Matt recebe outra chamada. Desta vez é Sr. Smith!
- Localizamos um suspeito endereço onde podemos encontrar a Brendha.
- Que endereço? Como achou?
- Recebemos uma denúncia anônima. Estamos indo pra lá!
- Espere que eu vou com vocês! - Diz Matt, agitado.
- Me passa o endereço que estou indo agora! Sr. Smith indica a localização e Matt agradece.

Já Christine desorganiza as roupas de Matt no guarda-roupa e de um dos bolsos da calça comprida, cai um cartão do condomínio.
- Mas este é o mesmo condomínio em que uma amiga minha mora. - De repente, ela observa o verso e percebe o número de telefone anotado por caneta.
Sem hesitar, ela pega o celular rapidamente e liga para o número e o telefone toca no apartamento de Suzi, que a atende depois de alguns segundos.
- Alô! -Diz a sensual mulher.
- Oi! - Christine tenta se manter calma e inventa uma outra voz. - Com quem eu falo?
- Suzi Vielmont. Quem deseja? - Ela se identifica.
Christine fica sem palavras ao ouvir o tal nome e desliga o telefone no ato.
- Não é possível! Não pode ser! - Ela fica surpresa consigo mesma, tentando se manter calma e reorganizar suas ideias.


Não Pode Ser

Matt e o delegado Smith chegam no local informado pela denúncia anônima e cercam toda a área. Matt saca seu revólver e empurra a porta com o pé rapidamente e não encontra ninguém na casa.
- Não tem ninguém, Sr. Smith!
- Que coisa estranha, Matt! E agora o que faremos?
- Vamos continuar alerta. Foi apenas um alarme falso ou alguém tentando nos intimidar. -Diz Matt, irritado.
O delegado decide comunicar á todos os policiais que aguardam do lado de fora.
Matt observa a casa inteira e de repente, ele encontra uma blusa no meio de várias coisas caídas ao chão. Ele supõe que a blusa seja de Brendha e fica pensativo por alguns instantes. O delegado o encontra novamente.
- Está tudo bem, Matt?
- Sim. Sr. Smith, encontrei isso! - Ele mostra a blusa no chão. - Brendha estava aqui, mas ela foi levada embora antes que chegássemos.
De repente, o telefone toca e Matt atende num só toque.
- Policial Mathew? - Pergunta a voz.
- Sim. Sou eu mesmo! Quem está falando?
- Primeiramente peço desculpas por ter chamado a polícia em vão, mas quero que saiba que Brendha está segura.
- O que você quer em troca da Brendha, seu miserável? - Questiona Matt, deixando Sr. Smith preocupado.
- Eu quero que você me encontre, Mathew! Vou lhe dar o seguinte endereço e mais: não quero a polícia envolvida nesse encontro, porque se eu desconfiar que os tiras estão por perto, eu mato a Brendha em imediato. Estamos entendidos?
- Tudo bem! Eu não vou envolver a polícia nisso. Pode confiar em mim! - Diz Matt, fazendo silêncio ao delegado, que se mantém sério.
- Também tenho uma exigência a fazer! Quero quinhentos mil reais e que você traga a grana na hora marcada do nosso encontro. E nada de gracinhas, Mathew senão a menina morre e todas as pessoas envolvidas no seu grupo de amizades. Saiba que eu tenho meus contatos e eu estou de olho em cada passo que você der.
O policial fica com uma expressão séria e consente.
- Ok! Eu vou tentar arranjar a grana. E não se preocupe, eu vou estar no endereço marcado. Quero ouvir a Brendha agora!
Há um momento de silêncio no telefone e de repente, Brendha diz algumas palavras rapidamente.
- Por favor, me ajuda! Eu quero sair daqui. Por favor!
De repente, a voz interfere e deixa Matt preocupado e convencido de que não se trata de um blefe.
- Você já tem a prova suficiente de que não estou brincando?
- Sim. Eu percebi sim! - Responde Matt,confiante.
- Ótimo! - A voz finaliza a conversa e desliga o telefone.
Matt encara Sr. Smith e diz:
- Agora é tudo ou nada! Devemos ser ágeis, Sr. Smith! Temos um pepino pra fatiar.
- Bom, e como vai conseguir essa grana, Matt?
- Vamos dar um jeito. Só espero que nada dê errado! - Diz Matt, preocupado.

Já Suzi desliga o chuveiro assim que termina o banho. Após sair do banheiro, ela ouve a campainha tocar e pensa com seus botões.
- Só pode ser o Matt! Ele sempre chega nesse horário.
Ela abre a porta animada quando encontra Christine em sua frente.
- Christine? Você por aqui, amiga? Mas por que está tão arrumada assim?
- Oi, Suzi! Gostou do meu novo visual?
- Nossa, Christine! Você está muito bonita! O que aconteceu pra ficar tão arrumada desse jeito? Vai pra algum lugar especial?
- Sim, Suzi! Eu vou para um evento.
- Que legal, Christine! E quanto ao Matt?
- Matt é passado, Suzi! Desde que eu soube que ele anda me traindo, eu resolvi abrir mão dele. Eu não quero mais saber do Mathew em minha vida.
- Nossa, Christine! Eu não sei o que dizer._diz Suzi, alegre por dentro.
- Bom, eu só passei aqui pra vê-la como está e te agradecer por ter me ouvido naquele dia.
- Que isso, Christine! Espero que você esteja tomando a atitude certa em relação ao seu casamento.
- Obrigada, querida! – Agradece Christine, parecendo ser amiga da rival. - É uma sorte ter uma amiga como você.
- A sorte é minha, Christine por ter conhecido você e a sua família. Sempre tive uma pontinha de inveja de você por ter uma família realizada. Eu só sinto muito com essa situação que anda acontecendo ultimamente.
- Não se preocupe, Suzi! Quando Matt perceber que ele fez tudo errado e que agiu conforme o seu pensamento, ele vai se tocar de que não é feliz e vai se arrepender muito de ter me traído com a primeira ordinária que apareceu em nossas vidas. Bom, eu já vou indo! Até mais, amiga!
Ela se despede de Suzi e sai, deixando a jovem pensativa.  Ao fechar a porta, Suzi fica feliz da vida.
- Agora o Matt será meu! Eu tenho certeza disso.

Algumas horas depois, Christine se senta no banco da praça e aguarda Matt chegar no condomínio.  A sua intenção é pegar os dois amantes no flagra e dar o pontapé inicial da separação. De repente, a sua intuição não falha. Matt chega no condomínio, conforme ela previra. Estava chegando a hora de pôr o seu plano em ação, só lhe faltara coragem. Pelo menos, de uma coisa ela tinha certeza: Mathew não era mais aquele homem apaixonado que se dedicava totalmente a ela e ao filho. Ele estava confuso, diferente e Suzi seria a culpada por ter atravessado o seu caminho. Talvez a culpa também seria dele, por se deixar levar por uma atração mútua do sexo e por um simples prazer da vida.


    
Obs: Devido a problemas técnicos, o capítulo foi postado atrasado. Lamentamos o inconveniente.
Próximo Capítulo: 13/04 (20hs)
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Marcadores

4 Non-Blondes 50 Cent A Dona do Pedaço A Dor desse Amor A Força do Querer A-ha Abalou Abraço Abuso Sexual Ação Acidente Águas de Março Alceu Valença Alegria Alguém Always Amizade Amor Andanças Anjo Anjos Antarctica Antônio Ramos Rosa Anunciação Aplicativo Aquela Nuvem Atenção Ausência Avenida Brasil Ayrton Senna Baby Banda Beijo Banda Eva Beijo Beijo Roubado Bella Berimbau Metalizado Berlin Beth Carvalho Bleeding Love Bob Marley Bon Jovi Cachimbo da Paz Cafuné Calor Candy Shop Canto Carinho Carnaval Cássia Eller Castles in the Air Certeza Charlie Brown Chega Cheiro Cheiro de Amor Chikungunya Claudia Leitte Coincidência Coisas Come Undone Comédia Companheirismo Completamente Apaixonados Confiança Controle Convicção Coração Cores Crazy Crepúsculo Culpa Daniela Mercury De Ladinho Decepção Demi Lovato Dengue Deniece Williams Descaso Desejo Desisto Destino Devagar Devagarinho Dezembro Dire Straits Disney Distância Distante Divulgação Don Mclean Drama Duran Duran Ebook Edward Eline Porto Elis Regina Encontro Engenheiros do Hawaii Entretenimento Erótico Especial Espera Esquecimento Estrelas Êxtase Febre Amarela Felicidade Filho Filmes Fim de Ano Flashback Folia Força Fragilidade Frases Frio Futuro Gabriel Diniz Gabriel Pensador Game of Love Gameshow Gilliard Glória Perez Gravidez Gshow Haddaway Holly Vallance Homenagem Hot Hunting High and Low I Want You Back Ideia Imprevisível Demais In This Country Iniciativa Inspiração Investigação Irene Cara Ivete Sangalo Iza Jenilo João Emanuel Carneiro Jogo Jonas Brothers Julio Iglesias Justin Bieber Katwel Kid Abelha Kiss Kiss KLB Lado Lágrimas e Chuva Lambada Leona Lewis Lets Hear it for the boy Liberdade Lithium Livin La Vida Loca Livin on a Prayer Livro Love Love is all Around Luan Santana Luz Mãe Mágica Malandragem Mano Walter Marcelo Augusto Martinho da Vila Marvin Gaye Matsu MC Kekel MC Kevinho Me Espera Medida Michele Branch Miley Cyrus Miúcha Momento Momentos Money for Nothing Mundo Música My Love N'Sync Na Base do beijo Namorados Não Deixo Não Natal Natalie Imblugia Natasha Bedingfield Natural Negra Li Netflix Never Gonna Give You Up Nirvana Noite Novela O Bebê O Canto da Cidade Olhares Olhos One Love Oportunidade Ovelha Pai Paixão palavras Palpite Passado Paternidade Patrick Swayze Paz Paz Carnaval Futebol Pela Luz dos Olhos Teus Pensamento Pepê e Neném Perae Período Pesadão Pessoas Pintura Íntima Piscininha Poesia Pop Príncipe Prisão Probabilidade Querer Quize Rede Globo Rede Social Reflexão Relacionamento Virtual Ricky Martin Robin Zander Romance Sabiá Sangue Saudade Saúde Pública Scorpions Se Quiser Sem Você Não Viverei Senna Sentimentos Seriado Série Sertanejo Sexual Healing Shes Like The Wind Sinto Smells Like Teen Spirit Só por uma Noite Sofrência Sol Solidão Sonho sonhos Sorriso Sozinho Sucesso Surfista Solitário Suspense Take My Breath Away Tânia Mara Tempo Término Terra Texto The 100 Thiago Martins This is Promise You Tom Jobim Torn Traição Trailer Tribalistas Tudo Um dia a gente se encontra Unwritten Vai Sacudir Vai Abalar Vanessa Rangel Velha Infância Verdade Vida Vingança Você Você vai Estar na Minha Vou Festejar Voz Walcyr Carrasco Walk of Life websérie Wet Wet Wet Whadi Gama What a Feeling What is Love Wind of Change You are the One Youtube Zika

Direto do Canal do Youtube

SURF SHOP

Trilha Pop

AMAZON PRIME

TEM NOVIDADE CHEGANDO POR AÍ!!AGUARDE